Os cometas e a vida

Há muito se suspeita que os cometas podem ter uma participação muito importante para o início da vida na Terra. Mas até agora isso não passava de suposição, apesar de ser bem forte ultimamente. Com novas missões, chegando até alguns cometas que se aproximam do nosso planeta, alguns mistérios começam a ser desvendados.

Em 2004, a sonda Stardust detetou a presença de glicina (fundamental para a formação de proteínas) e outros aminoácidos quando estudava o cometa Wild 2, mas os cientistas suspeitaram que as amostras foram contaminadas durante as análises nos laboratórios.

Agora, mais uma vez a glicina foi encontrada, e, desta vez, pela sonda Rosetta que estuda o cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko. A glicina pode ser formada sem a presença de água no estado líquido. Além da glicina, foram encontrados também fósforo (importante para a formação do DNA), apesar de não sabermos a sua origem, e moléculas orgânicas. Em um comenta, essa é a primeira vez que se confirma a presença de ingredientes fundamentais para a vida.

Essas descobertas nos ajudam a entender como a vida pode ter surgido na Terra. Os cometas possivelmente trouxeram os elementos fundamentais para o desenvolvimento da vida em nosso planeta, há bilhões ou milhões de anos, quando ela ainda estava em formação, em uma época em que choques de cometas com uma Terra primitiva eram frequentes.

O quebra-cabeça está se completando…

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *