Usamos cookies em nosso site para lhe dar a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e repetindo visitas. Ao clicar em "Aceitar tudo", você concorda com o uso de TODOS os cookies. No entanto, você pode visitar "Configurações de cookies" para fornecer um consentimento controlado.

Visão geral da privacidade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência enquanto você navega pelo site. Destes, os cookies categorizados conforme necessário são armazenados no seu navegador, pois são essenciais para o funcionamento das funcionalidades básicas do site. T...

Sempre ativado

Os cookies necessários são absolutamente essenciais para que o site funcione corretamente. Esta categoria inclui apenas cookies que garantem funcionalidades básicas e recursos de segurança do site. Esses cookies não armazenam nenhuma informação pessoal.

Quaisquer cookies que podem não ser particularmente necessários para o funcionamento do site e são usados especificamente para coletar dados pessoais do usuário através de análises, anúncios, outros conteúdos incorporados são denominados como cookies não necessários. É obrigatório obter o consentimento do usuário antes de executar esses cookies em seu site.

Voyagers, nossas viajantes do espaço

 

 

O programa Voyager, iniciado em 1977, foi um dos mais bem sucedidos programas de exploração planetária da NASA. Duas sondas gêmeas foram lançadas para explorar o sistema solar exterior (além da órbita de Marte). A Voyager I foi lançada em 05/09/1977 curiosamente depois da Voyager II lançada no dia 20 do mês anterior. Voyager I visitou Júpiter cinco anos depois da primeira sonda aos planetas exteriores, a Pioneer 10 passar por lá. Em 1980 foi a vez de Saturno. Agora ela começa a se aproximar do limite exterior do nosso Sistema Solar muito além de Netuno. Recentemente a NASA divulgou que seus equipamentos ainda em funcionamento detectaram os primeiros sinais da radiação interestelar que envolve a chamada heliopausa. Esta superfície seria onde o vento solar e o vento estelar se equilibram. Para muitos esta seria a fronteira final do nosso sistema planetário, a região mais distante onde o Sol exerceria uma influencia.

 

Se você gosta de ficção científica deve lembrar-se do primeiro filme para o cinema da série Star Trek. Ele foi lançado em 1979, ano em que a sonda explorava Júpiter. Neste longa-metragem uma sonda fictícia inspirada nas Voyagers tem um papel vital na trama.

 

Os discos folheados a ouro com mensagens para possíveis civilizações extraterrestres que as Voyagers levam também inspiraram muitas histórias e a imaginação popular.

 

Pensando que no futuro a Voyager I poderia ser o primeiro objeto humano a alcançar as estrelas lembrei-me de uma canção:

 

 

 

“Terra! Terra!

Por mais distante

O errante navegante

Quem jamais te esqueceria?…”.

 

 

 

O compositor Caetano Veloso lançou um disco com esta canção (Terra) um ano após o lançamento das Voyagers. Não pude deixar de associar o navegante da letra com as sondas Voyager. Provavelmente Caetano não estava pensando nestas sondas, mas sem dúvida elas são os navegantes mais distantes que a Terra já teve. E ainda agora elas mandam notícias para a Terra distante.