O ecossistema artificial da Ilha da Ascensão: uma experiência de Terraformação

Recentemente li um artigo muito interessante sobre Charles Darwin, um dos personagens da História da Ciência que eu mais admiro. O texto falava da Ilha da Ascensão, uma pequena e remota ilha vulcânica na região da Dorsal Meso Atlântica. Há duzentos anos, Ascensão era um lugar desolado e estéril. Hoje, seus picos estão cobertos por florestas úmidas de altas altitudes, e Darwin tem um papel importante nesta história.

Em 1836, ao final da sua missão de cinco anos a bordo do H.M.S. Beagle, o jovem Darwin ancorou na Ilha da Ascensão, e em meio a toda aquela solidão e aridez, pode ter começado a arquitetar um plano brilhante, executado posteriormente com a ajuda de seu intrépido companheiro de viagem, o botânico e explorador Joseph Hooker. Alguns anos depois, em 1843, no retorno de uma viagem à Antartica, Hooker também parou em  Ascensão, um estratégico entreposto da Marinha Real Britânica, mas que sofria pela escassez de água potável. Constantemente varrida pelos ventos secos do sul da África e desprovida de árvores, a pouca chuva que caía rapidamente evaporava.

Em 1847, encorajado por Darwin, Hooker aconselhou a Marinha Real a colocar em prática um elaborado plano: com a ajuda do Jardim Botânico Kew Gardens, navios carregados de árvores seriam enviados a Ascensão. As árvores ajudariam a capturar mais chuva, a reduzir a evaporação e a criar solos férteis. A partir de 1850, navios chegavam constantemente a Ascensão, com plantas de Jardins Botânicos da Europa, África do Sul e Argentina. Em poucos anos, grandes mudanças aconteceram no pico mais alto da ilha, de 859 metros de altura, onde, ao final da década de 1870, floresciam abundantemente eucaliptos, pinheiros, bambus e bananeiras.

O que se vê hoje em Ascensão é uma floresta artificial, onde crescem lado a lado plantas que não são encontradas juntas na natureza. No pico mais alto, hoje conhecido como Green Mountain (Montanha Verde), as árvores capturam a umidade vinda do mar, formando um oásis no meio da aridez da ilha. Estes tipos de ecossistemas, que normalmente se desenvolvem ao longo de um lento processo evolutivo de milhões de anos, foi executado pela Marinha Real em apenas algumas décadas. Para alguns pesquisadores, Darwin, Hooker e a Marinha Real realizaram em Ascensão o primeiro experimento em Terraformação, ou seja, a modificação deliberada de um ambiente para torná-lo habitável.  Através do estudo do ecossistema da ilha, um sistema auto sustentável e que se auto reproduz, os princípios que dali emergem poderiam contribuir para transformar Marte em um lugar habitável. Devemos mais essa a Darwin…

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *