Usamos cookies em nosso site para lhe dar a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e repetindo visitas. Ao clicar em "Aceitar tudo", você concorda com o uso de TODOS os cookies. No entanto, você pode visitar "Configurações de cookies" para fornecer um consentimento controlado.

Visão geral da privacidade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência enquanto você navega pelo site. Destes, os cookies categorizados conforme necessário são armazenados no seu navegador, pois são essenciais para o funcionamento das funcionalidades básicas do site. T...

Sempre ativado

Os cookies necessários são absolutamente essenciais para que o site funcione corretamente. Esta categoria inclui apenas cookies que garantem funcionalidades básicas e recursos de segurança do site. Esses cookies não armazenam nenhuma informação pessoal.

Quaisquer cookies que podem não ser particularmente necessários para o funcionamento do site e são usados especificamente para coletar dados pessoais do usuário através de análises, anúncios, outros conteúdos incorporados são denominados como cookies não necessários. É obrigatório obter o consentimento do usuário antes de executar esses cookies em seu site.

Um recorde de distância em Marte

Uma maratona é uma corrida de 42,2km. Vários países africanos são detentores de recordes sucessivos com tempos em torno de 2h4min. Em 28 de julho, um recorde de distância foi batido: 40,25km. Isso é menos que uma maratona, e o tempo gasto para percorrer este percurso foi de mais de 10 anos. Mas o recordista enfrentou um ambiente onde nenhum corredor teria vantagens: a superfície de Marte. Nosso campeão foi o rover Opportunity.

As sondas espaciais são robôs programados e guiados à distância. Geralmente, uma sonda espacial fica girando ao redor do astro alvo. Chamamos este veículo de orbiter. Se a sonda pousa na superfície chamamos de lander. Se o lander é capaz de se deslocar sobre a superfície chamamos de rover. Um rover é um veículo controlado à distância. Até hoje, sete rovers se moveram em um solo extraterrestre. Três destes foram enviados à Lua e os demais para Marte.

O primeiro rover bem sucedido foi o Lunokhod 1, enviado à Lua em 1969 pela URSS. Lunokhod significa “aquele que anda na Lua” em russo. Ficou meses em atividade na superfície lunar. Em 1971 e 1972, os soviéticos tentaram enviar um rover à superfície marciana mas sem sucesso. Em 1973 o Lunokhod 2 pouso e explorou o ambiente lunar. Até pouco tempo, o Lunokhod 2 foi campeão em distância percorrida por um rover: 39km.

Entre 1996 e 1997,o rover Sojourner, da NASA, percorreu cerca de 100 metros nas areias marcianas. Desde então, os norte-americanos começaram a explorar Marte com rovers cada vez maiores e mais avançados. Em junho de 2003, dois rovers gêmeos foram enviados a Marte: Spirit e Opportunity. O Spirit ficou atolado na areia, teve problemas sérios para percorrer uns 7,7km e parou de funcionar em 2010. Seu “irmão”, o nosso recordista Opportunity, ainda está em funcionamento. Em 2011, um rover ainda maior e mais avançado pousou em Marte: o Curiosity.  Já percorreu 8,6km e se tiver sorte pode bater o recorde do Opportunity dentro de alguns anos.

Ano passado, os chineses fizeram o rover Yutu passear pela Lua, mas não foi muito longe.

Alguns consideram os jipes lunares usados pelos astronautas das missões Apollo (1971-1972) também como rovers. Neste caso, são rovers controlados manualmente, diretamente por astronautas. Não são robôs. Os jipes lunares percorreram distâncias entre 27km e 35km, aproximadamente.

 

 

Link interessante: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2014/07/robo-da-nasa-bate-recorde-extraterrestre-de-distancia.html