Um Aglomerado no Rastro da Quilha

 

O European Southern Observatory (ESO) divulgou uma nova e bela imagem do aglomerado estelar [http://astronomia.blog.br/aglomerados-estelares/] NGC 3590. Está localizado a cerca de 7.500 anos-luz [http://astronomia.blog.br/ano-luz/] na constelação de Carina, ou Quilha, e sua idade é de aproximadamente 35 milhões de anos.

As estrelas de um aglomerado formam-se aproximadamente ao mesmo tempo e a partir do mesmo material, por isso, estudar os aglomerados é fundamental para construir e testar teorias de evolução estelar. A diferença inicial mais marcante entre as estrelas que nasceram juntas num mesmo aglomerado é sua massa inicial. Eles são laboratórios onde podemos ver como estrelas de massas diferentes, e mesma química inicial, evoluem com o passar do tempo.

 

Essa imagem do NGC 3590 nos mostra regiões escuras de poeira que bloqueiam a luz das estrelas que estão atrás, e regiões brilhantes que aparecem em tons avermelhados e alaranjados que estão refletindo a luz de estrelas próximas.

 

Os aglomerados abertos possuem estrelas jovens… sim, 35 milhões de anos é uma idade jovem em termos astronômicos. E as estrelas jovens formam-se no disco da Via Láctea, mais precisamente em seus braços espirais.

 

O vídeo abaixo faz uma rápida viagem pela região do céu onde foram obtidas as imagens que geraram esse belo resultado do NGC 3590, mostrando sua localização no disco galáctico.

https://www.youtube.com/watch?v=t1H27062tmk

 

Published by Leandro L S Guedes

Astrônomo da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro - Pesquisa e Divulgação de Astronomia, atuando principalmente nos seguintes temas: Astronomia, Astronomia Extragaláctica, Cosmologia, História da Ciência, Filosofia da Ciência, Epistemologia e Educação.