Usamos cookies em nosso site para lhe dar a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e repetindo visitas. Ao clicar em "Aceitar tudo", você concorda com o uso de TODOS os cookies. No entanto, você pode visitar "Configurações de cookies" para fornecer um consentimento controlado.

Visão geral da privacidade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência enquanto você navega pelo site. Destes, os cookies categorizados conforme necessário são armazenados no seu navegador, pois são essenciais para o funcionamento das funcionalidades básicas do site. T...

Sempre ativado

Os cookies necessários são absolutamente essenciais para que o site funcione corretamente. Esta categoria inclui apenas cookies que garantem funcionalidades básicas e recursos de segurança do site. Esses cookies não armazenam nenhuma informação pessoal.

Quaisquer cookies que podem não ser particularmente necessários para o funcionamento do site e são usados especificamente para coletar dados pessoais do usuário através de análises, anúncios, outros conteúdos incorporados são denominados como cookies não necessários. É obrigatório obter o consentimento do usuário antes de executar esses cookies em seu site.

Galáxia e supernovas

Nesta semana o ESO (Observatório Europeu do Hemisfério Sul) publicou uma imagem em altíssima definição da galáxia NGC 1187, na constelação do Eridano.

Nesta imagem podem ser vistos seis braços espirais (azulados), compostos de novas estrelas e nuvens de gás e poeira interestelar, e um bojo central, com estrelas mais velhas e avermelhadas.

Outro fato interessante é que nesta galáxia ocorreram duas supernovas num período de 30 anos (a última em 2007 e visível na foto acima). Supernovas são registros da morte de estrelas supermassivas, que, ao final de sua vida, explodem de forma violenta, liberando mais energia do que a produzida em toda a sua vida. Por serem muito brilhantes podem ser observadas em galáxias distantes (como a NGC 1187, a 60 milhões de anos-luz) durante um longo tempo.

Veja um vídeo interessante sobre esta galáxia