Usamos cookies em nosso site para lhe dar a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e repetindo visitas. Ao clicar em "Aceitar tudo", você concorda com o uso de TODOS os cookies. No entanto, você pode visitar "Configurações de cookies" para fornecer um consentimento controlado.

Visão geral da privacidade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência enquanto você navega pelo site. Destes, os cookies categorizados conforme necessário são armazenados no seu navegador, pois são essenciais para o funcionamento das funcionalidades básicas do site. T...

Sempre ativado

Os cookies necessários são absolutamente essenciais para que o site funcione corretamente. Esta categoria inclui apenas cookies que garantem funcionalidades básicas e recursos de segurança do site. Esses cookies não armazenam nenhuma informação pessoal.

Quaisquer cookies que podem não ser particularmente necessários para o funcionamento do site e são usados especificamente para coletar dados pessoais do usuário através de análises, anúncios, outros conteúdos incorporados são denominados como cookies não necessários. É obrigatório obter o consentimento do usuário antes de executar esses cookies em seu site.

Apollo 18, uma missão lunar apavorante

Alguns visitantes do Planetário duvidam que o Homem já foi à Lua. Geralmente perguntam por que os norte-americanos não voltaram ao nosso satélite e por que os soviéticos nunca lá estiveram.

Poucos conhecem a verdadeira história da maior aventura da Humanidade: a corrida lunar. Esta corrida aconteceu dentro do contexto da guerra fria. O primeiro ser humano a pisar na Lua foi o norte-americano Neil Armstrong em julho de 1969. A maioria nem sabe que desde aquela data foram seis missões à superfície lunar, num total de 12 astronautas. A última vez que um ser humano pisou em nosso satélite foi em 1972 com a Apollo 17.

Isto mesmo! O filme intitulado Apollo 18 não é um documentário e muito menos uma dramatização de uma missão real, a exemplo de Apollo 13, com o ator Tom Hanks. Seguindo o modelo de filmes como Bruxa de Blair e Cloverfield, as cenas deste filme parecem filmadas por uma câmera comum nas mãos de um amador, sem cuidados cinematográficos como enquadramento ou edição. Este estilo tem como objetivo dar a sensação de que foi filmado por testemunhas oculares, reais.

Pelo trailer, Apollo 18 promete seguir a fórmula do gênero: muitos sustos e imagens vertiginosas. Parece ser mais terror ambientado no espaço do que ficção científica propriamente dita. Mesmo assim, a expectativa é de uma boa história carregada de uma boa dose de teoria da conspiração. Agora é conferir. Em breve comentaremos aqui no Blog Mundo da Lua. Bom filme! E para os estômagos mais sensíveis: evite refeições pesadas antes da sessão.