A Sociedade Astronômica Brasileira (SAB)

No período de 7 a 12 de setembro deste ano, astrônomos de todo o Brasil estarão reunidos em Passa Quatro, MG, para a XXXV Reunião Anual da Sociedade Astronômica Brasileira. Este encontro é uma oportunidade única para a comunidade de astrônomos brasileiros, onde podemos divulgar e discutir os trabalhos que estamos desenvolvendo diante de astrônomos de diversas áreas, bem como assistir a conferências de especialistas convidados do Brasil e do exterior.

A SAB é uma sociedade científica sem fins lucrativos, fundada em 1974 pela comunidade de astrônomos brasileiros, e desde então tem promovido reuniões anuais para discussão de trabalhos científicos, além da promoção de simpósios, reuniões de trabalho e discussão de temas importantes para o futuro da Astronomia no Brasil. Atualmente, a SAB conta com aproximadamente 400 sócios, sendo cerca de 200 com título de doutor ou em vias de obter a titulação.

A SAB tem os seguintes objetivos:
·    Congregar os astrônomos do Brasil;
·    Zelar pela liberdade de ensino e pesquisa;
·    Zelar pelos interesses e direitos dos astrônomos;
·    Zelar pelo prestígio da ciência do País;
·    Estimular as pesquisas e o ensino de Astronomia no País;
·    Manter contato com institutos e sociedades correlatas no País e no exterior;
·    Promover reuniões científicas, congressos especializados, cursos e conferências;
·    Editar um boletim informativo sobre as atividades da SAB e assuntos gerais relacionados com a Astronomia.

Todos os anos, alguns dos astrônomos do Planetário vão à Reunião da SAB para apresentar trabalhos, trocar experiências e participar das discussões e decisões sobre as pesquisas em Astronomia no Brasil e no mundo.

A SAB possui uma Comissão de Ensino e Divulgação que discute assuntos de interesse para nós, particularmente, astrônomos do Planetário. Nas reuniões desta Comissão, são definidas estratégias para aprimorarmos a difusão e o ensino não formal da Astronomia no Brasil, e, por conseguinte, nosso trabalho no Planetário.

 

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *