Usamos cookies em nosso site para lhe dar a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e repetindo visitas. Ao clicar em "Aceitar tudo", você concorda com o uso de TODOS os cookies. No entanto, você pode visitar "Configurações de cookies" para fornecer um consentimento controlado.

Visão geral da privacidade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência enquanto você navega pelo site. Destes, os cookies categorizados conforme necessário são armazenados no seu navegador, pois são essenciais para o funcionamento das funcionalidades básicas do site. T...

Sempre ativado

Os cookies necessários são absolutamente essenciais para que o site funcione corretamente. Esta categoria inclui apenas cookies que garantem funcionalidades básicas e recursos de segurança do site. Esses cookies não armazenam nenhuma informação pessoal.

Quaisquer cookies que podem não ser particularmente necessários para o funcionamento do site e são usados especificamente para coletar dados pessoais do usuário através de análises, anúncios, outros conteúdos incorporados são denominados como cookies não necessários. É obrigatório obter o consentimento do usuário antes de executar esses cookies em seu site.

A preservação do céu da cultura indígena

Hoje em dia é difícil, pelo menos para os habitantes de grandes cidades onde há luz em abundância, conseguir ver um céu estrelado. Vemos poucas estrelas e o céu fica por demasiado claro.

Para os povos antigos, porém, as noites sempre foram repletas de estrelas aguçando a sua imaginação. Várias culturas criaram suas próprias constelações: os chineses, os gregos e os romanos, por exemplo. Os índios que viviam e ainda vivem no Brasil não ficaram de fora.

Como é de costume em todas as culturas, as constelações, na grande maioria, foram criadas com a finalidade de se saber como o clima influencia as suas vidas. Eles podiam saber a época da seca e da chuva apenas olhando para o céu à noite. Alguns povos indígenas ainda utilizam essa técnica.

Hoje a herança deixada pelos gregos e romanos é bastante forte e domina no mundo astronômico ocidental. Mas é necessário que se preserve a cultura de um povo.  Trabalhos como o desenvolvido no link acima devem ser louvados e incentivados para não perdermos mais uma herança cultural.