Usamos cookies em nosso site para lhe dar a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e repetindo visitas. Ao clicar em "Aceitar tudo", você concorda com o uso de TODOS os cookies. No entanto, você pode visitar "Configurações de cookies" para fornecer um consentimento controlado.

Visão geral da privacidade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência enquanto você navega pelo site. Destes, os cookies categorizados conforme necessário são armazenados no seu navegador, pois são essenciais para o funcionamento das funcionalidades básicas do site. T...

Sempre ativado

Os cookies necessários são absolutamente essenciais para que o site funcione corretamente. Esta categoria inclui apenas cookies que garantem funcionalidades básicas e recursos de segurança do site. Esses cookies não armazenam nenhuma informação pessoal.

Quaisquer cookies que podem não ser particularmente necessários para o funcionamento do site e são usados especificamente para coletar dados pessoais do usuário através de análises, anúncios, outros conteúdos incorporados são denominados como cookies não necessários. É obrigatório obter o consentimento do usuário antes de executar esses cookies em seu site.

A nova era espacial

 

 

A NASA (Agência Espacial Norte-Americana) aposentou seus ônibus espaciais em meados do ano passado. Foram cinco naves que, durante 30 anos de bons serviços à ciência (ver “Curiosidade do mês” na Agenda eletrônica de agosto de 2011), se mostraram muito caras, em uma época de crise global.

 

Agora estamos presenciando uma nova etapa nos lançamentos espaciais. A NASA procurou empresas interessadas em investir em novas naves e foguetes para dar continuidade à construção e manutenção da Estação Espacial Internacional (ISS). Ela está financiando, numa parceria inédita, alguns projetos.

 

E o primeiro deles foi lançado ontem pela empresa SpaceX. A bordo do foguete Falcon 9, a cápsula Dragon se acoplará à ISS em breve. Será um marco na história da Astronáutica. E será, também, a abertura de um mercado dominado pelos setores estratégicos de poucos governos que dominam este tipo de tecnologia.

 

Na história da humanidade temos vários exemplos dos benefícios que este tipo de transferência de tecnologia para o mercado global traz para o nosso bem-estar. O mais emblemático talvez seja a internet. Que venham novas empresas e que logo possamos fazer viagens espaciais!