Usamos cookies em nosso site para lhe dar a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e repetindo visitas. Ao clicar em "Aceitar tudo", você concorda com o uso de TODOS os cookies. No entanto, você pode visitar "Configurações de cookies" para fornecer um consentimento controlado.

Visão geral da privacidade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência enquanto você navega pelo site. Destes, os cookies categorizados conforme necessário são armazenados no seu navegador, pois são essenciais para o funcionamento das funcionalidades básicas do site. T...

Sempre ativado

Os cookies necessários são absolutamente essenciais para que o site funcione corretamente. Esta categoria inclui apenas cookies que garantem funcionalidades básicas e recursos de segurança do site. Esses cookies não armazenam nenhuma informação pessoal.

Quaisquer cookies que podem não ser particularmente necessários para o funcionamento do site e são usados especificamente para coletar dados pessoais do usuário através de análises, anúncios, outros conteúdos incorporados são denominados como cookies não necessários. É obrigatório obter o consentimento do usuário antes de executar esses cookies em seu site.

Tirando fino da Terra!!!

 

O que você faria se soubesse que um objeto de 20 metros de diâmetro estivesse vindo em sua direção a uma velocidade superior a 45 mil km/h? Correria? Acho que nem adiantaria tentar. Mas sabe o que é pior? No dia 7 de setembro isso acontecerá!!! Por sorte, o objeto em questão passará a uma distância aproximada de um décimo da distância Terra-Lua. Mas, acalme-se, isto equivale a uns 40.000 km, ou seja, longe o suficiente para nem tocar a nossa atmosfera.

O asteroide 2014RC terá sua máxima aproximação com o nosso planeta às 15h18min, no horário de Brasília. Não são raros os asteroides de baixa massa e pequenas dimensões na vizinhança da Terra. No ano passado, tivemos o evento de Cheliabinsk, Rússia, uma queda que foi filmada por diversas câmeras e provocou estragos consideráveis.

Em 2008, ocorreu a queda do asteroide 2008TC3, no deserto da Namíbia, Sudão, sendo prevista com apenas 11 horas de antecedência e presenciada por um piloto de aviação comercial. Partes do asteroide foram recuperadas.

Esperemos que estes petardos continuem a passar próximos, para o deleite dos caçadores de asteroides, mas que o alvo nunca seja atingido.

Para saber mais, leia em:

http://mensageirosideral.blogfolha.uol.com.br/

http://www.nasa.gov/jpl/asteroid/small-asteroid-to-safely-pass-close-to-earth-sunday/index.html (em inglês).