Projeto Cultural Olhe Para o Céu 2021

Estas foram as fotos selecionadas pelo juri especializado:

Fotografias Categorias A e B

Criado com o Padlet

Fotografias Categorias C e D

Criado com o Padlet

O céu é um patrimônio da humanidade. Há milênios nos maravilhamos com a visão do céu noturno e tentamos desvendar a natureza e os movimentos dos astros. O céu inspira cientistas, pintores, filósofos, religiosos e poetas, nos brindando com descobertas fascinantes e obras primas ao longo da história. Com grande parte da população brasileira vivendo em áreas urbanas, onde os prédios altos e a poluição luminosa limita a nossa visão do céu, precisamos resgatar o prazer, fascínio e o senso de pertencimento ao Universo que a imagem do céu noturno nos proporciona. 

É missão do Planetário do Rio, como instituição de divulgação científica, incentivar a observação do céu e promover iniciativas que proporcionem às novas gerações perspectiva, inspiração e reflexão sobre nosso lugar no universo. Uma das formas de buscar uma conexão com o céu é através da Astrofotografia, arte que busca captar as mais belas imagens do céu.

O Planetário do Rio tem uma longa história com a Astrofotografia. Desde o final da década de 1980 o planetário já oferecia vários cursos de divulgação da Astronomia, dentre eles o Curso de Astrofotografia, através do Centro Fotográfico do Planetário. Em 2015, o Planetário do Rio criou o seu Projeto Cultural “Olhe para o Céu”, um grande sucesso ao longo das suas cinco edições, resultando em imagens memoráveis, algumas das quais foram escolhidas para compor o livro comemorativo do aniversário de 50 anos do planetário, publicado no ano passado.

Em cada edição, jurados renomados na área da Astrofotografia, Astronomia e Fotografia são convidados a analisar as fotografias enviadas pelo público, dentro de categorias previamente estabelecidas. 

Para o concurso deste ano, selecionaremos fotografias mostrando objetos celestes que atendam a uma das seguintes categorias: 1) Céu e Paisagem; 2) Objetos do Sistema Solar; 3) Objetos de Céu Profundo; 4) Planeta.Rio: O Céu Carioca (categoria exclusiva para moradores da Cidade do Rio de Janeiro);

As 40 melhores fotografias escolhidas pela comissão julgadora, distribuídas pelas quatro categorias (10 fotografias de cada categoria), serão exibidas em uma exposição no Planetário do Rio, a ser inaugurada no dia 19 de novembro, quando vamos comemorar o 51° aniversário do Planetário do Rio.

Os autores da melhor foto de cada categoria ganharão uma placa de homenagem e um kit de livros publicados pelo Planetário do Rio. 

A comissão julgadora que participará da edição deste ano são:

Carlos “Kiko” Fairbairn

Daniel Mello

Eugênio Reis

Fernando Vieira

Igor Borgo

José Carlos Diniz

Naelton Araújo

Carlos ‘Kiko’ Fairbairn tem paixão por fotografar o Universo. Ama espalhar o conhecimento sobre astronomia utilizando suas imagens como meio de comunicação. Vê a fotografia de céu noturno como grande fomentadora do interesse educacional para temas atrelados à astronomia e ciências em geral. Ainda mais importante, essa conexão direta com o Universo desenvolveu uma nova perspectiva sobre o lugar e momento dos seres humanos no planeta. Espalhar esses aprendizados, descobertas e cartazes tornou-se sua meta pessoal.

Caminhando neste objetivo fez Kiko ser convidado para palestrar em eventos como TED Talks, Campus Pary, shows de TV, LIVES de You Tube e vários outros eventos relacionados à astronomia e temas afins.

Dez de suas imagens foram publicadas pela Agência Espacial Americana, a NASA. A instituição utilizou suas fotografias como material de divulgação de ciências e astronomia. Ademais, Kiko teve suas imagens veiculadas em matérias na TV Globo, revista Scientific American, Reivista Galilleo, Astronomy Magazine, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, Revista Fotografe Melhor e muitos outros.

Em 2016 Carlos foi condecorado como vencedor no prestigiado concurso ´Astronomy Photographer of the Year´, sediado no Observatório de Greenwich, em Londres, na categoria Sir Patrick Moore´s.

Daniel Mello é doutor em Astronomia pelo Observatório Nacional e atual astrônomo e coordenador de Extensão Universitária do Observatório do Valongo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Desenvolve atividades variadas em Astronomia abrangendo ações em pesquisa, extensão e divulgação da ciência, idealizando e gerindo projetos, cursos e eventos de difusão da Astronomia para escolas e público em geral. Atua ainda na astrofotografia amadora com a finalidade de divulgação astronômica, tendo imagens já publicadas em jornais e periódicos.

Eugênio Reis tem doutorado em Geofísica e mestrado em Astronomia, ambos pelo Observatóri Nacional/MCTI, onde atualmente é pesquisador junto ao Projeto AstroEducadores. É Vice-coordenador Nacional da Olimpíada Brasileirade Astronomia e Astronáutica (OBA) e responsável pela seleção e treinamento das equipes que representam o Brasil nas olimpíadas internacionais de Astronomia. Além disso foi Coordenador de Educação em Ciências do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), é Físico e Professor de Física e já atuou por muitos anos como fotógrafo profissional.

Fernando Vieira graduou-se em Astronomia em 1982 pela UFRJ, com Especialização em Astrometria pela UFRJ em 1985 e Especialização em Ensino em Astronomia pelo IFF- Campos dos Goytacazes em 2005. Trabalhou como Astrônomo da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro entre 1982 e 2019. Foi Diretor-Presidente da Associação Brasileira de Planetários durante o Biênio 2005-2006.

Nascido em 1982 na cidade de Vila Velha-ES, Igor Borgo cultiva a paixão pela Astronomia desde a infância. Em 2001, mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro, tendo iniciado a carreira de professor de Matemática. Há 19 anos atua em cursos preparatórios para o vestibular, com passagens pelos mais prestigiados colégios da cidade.

É fotógrafo desde 2006 e de la para cá, gradativamente, foi unindo a paixão pela fotografia com a formação acadêmica em Astronomia no Observatório do Valongo da UFRJ. Aperfeiçoando-se nas áreas de Astronomia Dinâmica e Educação em Astronomia, criou diversos vídeos educativos usados até hoje em cursos de formação continuada de professores da UFRJ, na área de ciências e Física.

A partir de 2018 passou a integrar a Equipe de Extensão e Divulgação da ciência do Observatório do Valongo, tendo ministrado as duas primeiras edições do Curso de Introdução à Astrofotografia.

Tem experiência em todos os tipos de fotografia astronômica, dominando as técnicas de captura, processamento e pós-processamento, capturando imagens que incluem objetos de céu profundo, imagens lunares, solares e planetárias. Para fugir das luzes das cidades, sempre que possível, está atrás dos lugares mais escuros do planeta, buscando os melhores céus para a prática da astrofotografia, Já visitou locais como o Deserto do Atacama no Chile e Salar de Uyuni na Bolívia e, em terras brasileiras, a região norte do estado de Goiás e a caatinga baiana.

Possui fotos divulgadas em jornais de grande impacto nacional e mantém uma rede com constantes publicações sobre o tema.

José Carlos Diniz é médico cardiologista, amador da astronomia e dedicado à divulgação da Astrofotografia há mais de 30 anos, com vários trabalhos publicados em revistas internacionais e nacionais. Presidente do Clube de Astronomia de Nova Friburgo (CANF), membro do NGC-51 (Grupo de Astronomia do Espaço Ciência Viva), do Clube de Astronomia do Rio de Janeiro (CARJ), IDA, socio honorário do CEAMIG (Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais) e do CALC (Clube de Astronomia Louis Cruls).

Naelton Mendes de Araújo é Graduado em Astronomia (Observatório do Valongo, UFRJ) e pós-graduado em Ensino, Difusão e Gestão de Ciências (Instituto de Bioquímica, UFRJ). Trabalhou com divulgação científica no MAST, controle orbital no Grupo de Mecânica Celeste (Embratel) e atualmente é astrônomo da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro onde leciona cursos de astronáutica e ficção científica. Foi curador do projeto Cineclube SciFi e criador do Encontro Nacional de Astronomia (ENAST).

O download da ficha de Inscrição pode ser feito nesse link

Datas importantes:

Lançamento do concurso e divulgação nas mídias oficiais do planetário: 10/09/2021

Recebimento das fotos: até 10/10/2021

Avaliação das fotos pela comissão julgadora: 11/10/2021 a 17/10/2021

Divulgação dos resultados nas redes sociais e site do Planetário do Rio: 20/10/2021

Inauguração da exposição: 19/11/2021

Página do Facebook: Olhe para o Céu

Por favor, leia as regras no documento abaixo: