Outro Meteoro

 

O céu da Rússia tem estado bem movimentado nos últimos meses. Na semana passada, mais um meteoro foi capturado por câmera de vídeo, numa cidade chamada Murmansky, no noroeste do país.

 

Em fevereiro do ano passado, um objeto com cerca de 20m de extensão explodiu sobre a cidade de Chelyabinsky, liberando cerca de 500 kilotons no evento e ferindo 1.500 pessoas, a maioria vítima dos estilhaços de janelas atingidas pela onda de choque. Naquela ocasião, o brilho do meteoro foi cerca de 30 vezes superior ao do Sol.

 

Vale a pena rever a passagem desse meteoro. Confira o vídeo.

 

Por mais violento que tenha sido o evento de fevereiro de 2013, nem chegou perto do evento de Tunguska, em 1908, também em solo russo. Centenas de milhas de floresta siberiana foram abaixo após uma explosão que liberou entre 10.000 e 50.000 kilotons de energia (para se ter uma ideia, a bomba atômica jogada sobre Hiroshima em 1945, liberou cerca de 15 kilotons na explosão). Acredita-se que tenha sido provocado por um imenso meteoroide ou cometa.

 

Desta vez, o fenômeno astronômico foi bem menos explosivo. A ocorrência do meteoro foi registrada na noite do dia 18 de abril por um motorista que mantém uma câmera fixa ao carro. Veja o vídeo.

 

 

 

 

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *