Usamos cookies em nosso site para lhe dar a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e repetindo visitas. Ao clicar em "Aceitar tudo", você concorda com o uso de TODOS os cookies. No entanto, você pode visitar "Configurações de cookies" para fornecer um consentimento controlado.

Visão geral da privacidade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência enquanto você navega pelo site. Destes, os cookies categorizados conforme necessário são armazenados no seu navegador, pois são essenciais para o funcionamento das funcionalidades básicas do site. T...

Sempre ativado

Os cookies necessários são absolutamente essenciais para que o site funcione corretamente. Esta categoria inclui apenas cookies que garantem funcionalidades básicas e recursos de segurança do site. Esses cookies não armazenam nenhuma informação pessoal.

Quaisquer cookies que podem não ser particularmente necessários para o funcionamento do site e são usados especificamente para coletar dados pessoais do usuário através de análises, anúncios, outros conteúdos incorporados são denominados como cookies não necessários. É obrigatório obter o consentimento do usuário antes de executar esses cookies em seu site.

Mais uma tentativa do SETI

Voltamos a falar sobre o projeto de busca de sinais extraterrestres, SETI. Há pouco escrevemos sobre a volta deste projeto, que opera desde 1985, interrompido por questões financeiras. Boa notícia!

Há muito tempo o SETI pedia a ajuda dos internautas para utilizar o tempo ocioso de suas máquinas para processar os dados das observações de várias estrelas, e seus planetas, acumulados em anos de trabalho. Seu computador processava os dados e os enviava para o instituto.

Agora que o projeto foi retomado, pelo menos parcialmente, ele veio com uma novidade. Segundo o site (http://setilive.org/) um programa pode ser baixado em seu computador e ele permitirá visualizar os sinais de frequência de rádio ao vivo da rede de radiotelescópios. Neste momento estão concentrados nas observações feitas pelo telescópio espacial Kepler, um dos que obteve maior êxito na busca de planetas extrassolares até o momento.

Através de informações do programa o internauta pode analisar se a fonte é de algum sinal de vida de outro planeta. É claro que suas suspeitas serão verificadas pelos profissionais do SETI, apontando os telescópios para aquela região e fazendo uma nova observação.

Ainda não sei se é necessário algum conhecimento em Astronomia, mas acredito que não. Geralmente esse tipo de pedido de ajuda é para passar um pente fino, ver se algo passou despercebido pelos profissionais, algo diferente que alguns olhos mais aguçados percebam. Pode ser também uma primeira análise dos dados, pois, como são muitas informações, demandariam um tempo enorme para serem verificados.

Se você gosta de colaborar com a ciência, essa é uma grande chance!