Usamos cookies em nosso site para lhe dar a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e repetindo visitas. Ao clicar em "Aceitar tudo", você concorda com o uso de TODOS os cookies. No entanto, você pode visitar "Configurações de cookies" para fornecer um consentimento controlado.

Visão geral da privacidade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência enquanto você navega pelo site. Destes, os cookies categorizados conforme necessário são armazenados no seu navegador, pois são essenciais para o funcionamento das funcionalidades básicas do site. T...

Sempre ativado

Os cookies necessários são absolutamente essenciais para que o site funcione corretamente. Esta categoria inclui apenas cookies que garantem funcionalidades básicas e recursos de segurança do site. Esses cookies não armazenam nenhuma informação pessoal.

Quaisquer cookies que podem não ser particularmente necessários para o funcionamento do site e são usados especificamente para coletar dados pessoais do usuário através de análises, anúncios, outros conteúdos incorporados são denominados como cookies não necessários. É obrigatório obter o consentimento do usuário antes de executar esses cookies em seu site.

Exposições

OLHE PARA O CÉU 2021

O céu é um patrimônio da humanidade. Há milênios nos maravilhamos com a visão do céu noturno e tentamos desvendar a natureza e os movimentos dos astros. O céu inspira cientistas, pintores, filósofos, religiosos e poetas, nos brindando com descobertas fascinantes e obras-primas ao longo da história. Com grande parte da população brasileira vivendo em áreas urbanas, onde os prédios altos e a poluição luminosa limita a nossa visão do céu, precisamos resgatar o prazer, fascínio e o senso de pertencimento ao Universo que a imagem do céu noturno nos proporciona.

É missão do Planetário do Rio, como instituição de divulgação científica, incentivar a observação do céu e promover iniciativas que proporcionem às novas gerações perspectiva, inspiração e reflexão sobre nosso lugar no universo. Uma das formas de buscar uma conexão com o céu é através da Astrofotografia, arte que busca captar as mais belas imagens do céu.

O Planetário do Rio tem uma longa história com a Astrofotografia. Desde o final da década de 1980 o planetário já oferecia vários cursos de divulgação da Astronomia, dentre eles o Curso de Astrofotografia, através do Centro Fotográfico do Planetário. Em 2015, o Planetário do Rio criou o seu projeto “Olhe para o Céu”, um grande sucesso ao longo das suas cinco edições, que seleciona em cada edição as mais belas Astrofotografias enviadas pelo público para serem exibidas em uma exposição no Planetário do Rio. O projeto já resultou em imagens memoráveis, algumas das quais foram escolhidas para compor o livro comemorativo do aniversário de 50 anos do planetário, publicado no ano passado.

DA GÊNESE AO APOCALIPSE

Esta exposição, em parceria com o Museu Nacional, tenta desvendar os mistérios que cercam os meteoritos na história da humanidade. Se tais eventos causam surpresa e assustam a população nos dias de hoje, imagina na antiguidade! De onde vêm? Onde caem? Quais são os seus nomes? Quais tipos de meteoritos existem? Quais são os seus tamanhos e os estragos que podem provocar na Terra? Qual a sua influência na vida na Terra? Se você ficou curioso, venha conhecer um pouco mais destes objetos alienígenas!

ASTRONOMIA NA ARTE RUPESTRE EM MINAS GERAIS

As pinturas rupestres, ou “arte rupestre” correspondem a uma designação mais ou menos genérica de toda manifestação artística que utiliza a rocha como suporte. Ela engloba desenhos, esculturas, pinturas e gravuras que, longe de “uma arte pela arte”, constitui, de fato, o instrumento das crenças mágicas na arte das cavernas, e o meio de registrar e comunicar realidades objetivas, nas manifestações de cunho esquemático confeccionadas ao ar livre.

Motivos com representações astronômicas ocorrem com relativa frequência, ficando evidente a importância dos astros para estas populações. Observações celestes estão implícitas também em registros associados a sistemas de marcação de tempo.

Importante!

O Planetário se reserva o direito de impedir o acesso às suas instalações de pessoas cujo comportamento ponha em risco a segurança e a conservação do edifício e o bem-estar dos visitantes. Pessoas com menos de 12 anos só podem visitar o Museu acompanhadas por responsável maior de idade.