Usamos cookies em nosso site para lhe dar a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e repetindo visitas. Ao clicar em "Aceitar tudo", você concorda com o uso de TODOS os cookies. No entanto, você pode visitar "Configurações de cookies" para fornecer um consentimento controlado.

Visão geral da privacidade

Este site usa cookies para melhorar sua experiência enquanto você navega pelo site. Destes, os cookies categorizados conforme necessário são armazenados no seu navegador, pois são essenciais para o funcionamento das funcionalidades básicas do site. T...

Sempre ativado

Os cookies necessários são absolutamente essenciais para que o site funcione corretamente. Esta categoria inclui apenas cookies que garantem funcionalidades básicas e recursos de segurança do site. Esses cookies não armazenam nenhuma informação pessoal.

Quaisquer cookies que podem não ser particularmente necessários para o funcionamento do site e são usados especificamente para coletar dados pessoais do usuário através de análises, anúncios, outros conteúdos incorporados são denominados como cookies não necessários. É obrigatório obter o consentimento do usuário antes de executar esses cookies em seu site.

Estrelas e… mais estrelas

Por Fernando Vieira

O começo das noites de novembro não é dos mais favoráveis à observação, não há muitas estrelas brilhantes, nem grupos de fácil identificação. A constelação do Escorpião está próximo ao horizonte oeste, já Órion, Cão Maior e Touro estão ainda muito próximas ao horizonte leste.

Se você tiver a sorte de contemplar o céu desta época num local afastado dos centros urbanos, livre da poluição luminosa, talvez você consiga observar a Pequena Nuvem de Magalhães, uma galáxia satélite da Via Láctea. Pertinho desta localiza-se o belo aglomerado NGC104, também conhecido por 47 Tucanae. Embora visível a olho nu, quando observado sob um céu bem escuro como uma mancha esbranquiçada, é com um telescópio que é revelada sua natureza: é constituído por milhares de estrelas. O  NGC104 pertence à classe dos aglomerados globulares. Dos cerca de 150 que existem em nossa galáxia ele é o segundo mais destacado, só sendo superado pelo Omega Centauri, visível não muito longe da constelação do Cruzeiro do Sul.

Veja no link abaixo a localização do NGC104.

https://www.fourmilab.ch/cgi-bin/Yourtel?lat=65.1095&ns=South&lon=338.575&fov=50.000&z=1


http://www.itexam-online.com/
http://www.passexamvce.com/
http://www.itcert-online.com/
210-060 pdf
220-901 passing score
aws-sysops questions & answers pdf
640-916 dumps pdf
70-483
400-101 latest dumps
642-997 book
352-001 exam
200-310 ccda
aws sysops certification sample questions
300-208 sisas vce
cism exam
70-534 pdf
aws-sysops dumps
70-533 book
adm-201 study guide
300-101 dumps